Copy paste efusivo sobre o mindfulness

O mindfulness é vendido como se fosse uma panaceia para qualquer estado mental de ansiedade … mas …. os estudos começam a mostrar que pode, aliás, causar ainda mais ansiedade e que a meditação … e … tem efeitos adversos para algumas pessoas.

Ou seja, o ónus passa a ser dos indivíduos, e o mindfulness é usado para manter um sentimento de pertença e statu quo em vez de ajudar as pessoas a, coletivamente, trabalhar para que haja mudanças estruturais nas condições de trabalho a que estão sujeitas – e assim reduzir o stresse.

Captura de ecrã 2019-10-30, às 20.09.09

Pior ainda …

Porque trabalhadores felizes são mais produtivos…
Bem, isso tem sido uma ideia da gestão desde há 60, 70 anos, que vai e vem em diferentes momentos. Mas o mindfulness envia a mensagem de que os indivíduos são responsáveis pela sua saúde mental, independentemente dos salários ou das condições de trabalho.

Sabem que mais, é ler tudo em

“O mindfulness é a ‘espiritualidade do capitalismo’”

[http://visao.sapo.pt/atualidade/entrevistas-visao/2019-10-27-O-mindfulness-e-a-espiritualidade-do-capitalismo?fbclid=IwAR1Gq_72_gE8yJroRJUr9dmpxhxSjh-9itLBDIIPwEDdzEBKBSCDV8KOzHs]

 

Hallow Mag 2019

Nada como começar num dia 13!

Aqui fica uma amostra, em imagens .jpeg, se alguém quiser o .pdf, contacte-me.

Relembro o apontamento do ano passado, aqui   [https://margaridaaz.com/recursos/efemerides/hallowmag/9].

Continuo a criar material didáctico e pedagógico, à espera que alguma editora se interesse. Até lá ofereço, parcialmente. E uso, com os meus alunos.

Boa semana!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Há mais …. cruzadas/crossword. E desenhos, para colorir, pintar. E jogos. Mais à frente, mostro.

Cães de Coimbra

O flagelo das matilhas não são os cães que deambulam pelas ruas. Triste é quem os abandonou e não lhes deu o que merecem e têm direito.
Os humanos também morrem, por aí, e por vezes vezes, sem que alguém sinta a sua falta. São igualmente abandonados. E deambulam, também, pelas ruas.
O mostro, quem é?